domingo, 8 de setembro de 2013

• Say no to Love - Capítulo 18 - Finalmente o segredo



Mel: NÃO ENCOSTA EM MIM!– gritei e me esquivei- Senta nessa droga desse sofá, que eu vou te contar... ou melhor eu vou relembrar o dia em que você acabou com a única coisa que me importava de verdade nessa vida. 

Ele se sentou no sofá sem questionar , ficou me encarando apenas esperando com que eu começasse, fiquei o encarando também tentando imaginar se ele não se lembrava de nada mesmo ou se apenas estava fazendo seu tipinho, se fazendo de desentendido. Mas pra ser sincera eu acredito que ele não se lembre, afinal de contas pessoas como ele são frias e fazem questão de lembrar somente o que lhe convém e o que são do seu interesse, agora eu lhe garanto que fossem um de seus amigos lá no lugar dela, ele moveria o céu e terra até conseguir justiça, ou melhor ele não precisaria de tudo isso, afinal de contas tudo o que ele diz é lei e ele conseguiria justiça sem esforço algum...agora e quanto a mim? O que eu poderia fazer? Me sinto tão inútil quanto aquele lápis branco que vem em caixinhas de lápis de cor por não poder ter feito absolutamente nada pra conseguir justiça, pra vingar a morte de uma das pessoas mais importante da minha vida, além de tudo que provas eu tinha? Além do que eu vi não tinha mais nada, quem acreditaria na palavra de uma Zé ninguém contra a de alguém mundialmente conhecida? E eu era tão nova, tinha meus 14 anos, eu fiquei aterrorizada com aquilo, freqüentei psicólogos pra poder lidar, mas acho que psicólogo nenhum tiraria aquela ultima cena da minha cabeça e muito menos traria Verônica de volta pra gente, aquela cena que eu nunca esqueci e que se eu viver mil anos eu vou me lembrar dela perfeitamente mesmo depois de todos os anos, e agora é mais um dos momentos em que eu estava relembrando  enquanto olhava para aquele que provocou tudo isso, meus olhos se enchiam de lagrimas e eu lutava pra não derama-lás na frente dele pois eu sei que isso não o comoveria a ponto de se arrepender do que fez naquele dia, talvez fosse até ao contrario ele ficaria satisfeito em me ver chorar, vai saber eu sinceramente não conheço com que monstro estou lidando


Mel: Essa foto, foi tirada a mais de dois anos atrás –finalmente comecei a falar- essa garota do meu lado, se chama Verônica, tem certeza que não reconhece ela?
Justin: Porque, eu deveria? – me olhava espantado pelo meu estado-
Mel: Essa garota era minha melhor amiga... não não, mais do que isso, ela era praticamente minha irmã –olhava pro nada relembrando momentos da gente juntas- a gente se conhecia desde os 2 anos de idade, nossos pais eram amigos, e onde ela estava eu estava junto, ou vice versa o fato é que não desgrudávamos um segundo, a maioria das suas roupas ficavam lá em casa pois a maior parte do tempo ela ficava lá comigo, era raro ter dias em que a gente não se via e se isso acontecia ela me ligava e ficávamos horas conversando no telefone sobre assuntos totalmente idiotas ou desnecessário, mas ainda assim eu adorava isso. Era tudo perfeito até que um dia as coisa começaram a mudar, não literalmente, mas ela virou fã de um cantor e ficava um tempão no computador acompanhando cada passo que ele dava, seu tempo pra mim foi diminuindo cada vez mais, as vezes eu chamava ela pra dormir lá em casa e ela dizia que tinha que ver alguma premiação na TV pois esse cantor estava concorrendo a varias categorias e ela não poderia perder por nada, aquilo era sempre sua prioridade agora.Conforme os dias foram passando confesso que eu fiquei com um pouco de raiva desse tal cantor pois ele estava tirando de mim a minha melhor amiga, mas daí eu resolvi conhece-ló  e pedi a ajuda dela,  ela foi me mostrando coisas sobre ele, quando eu ouvi a sua primeira musica nossa eu adorei, todas as músicas eram incríveis, talvez ainda são até hoje mas eu não consigo mais gostar
Justin: Esse cantor sou eu? –perguntou notavelmente curioso-
Mel: Cala a boca, deixa eu continuar – falei alterada e ele nem retrucou- Esse cantor era você sim Justin, ela te amava mais do que tudo no mundo, talvez até mais do que a mim que era sua melhor amiga, e com o tempo ela me fez gostar de você também, agora não era só uma viciada em Justin Bieber e sim duas, nossa vida se resumia a você, você era simplesmente nosso vicio, e gostávamos disso,  gostávamos de acompanhar cada passo que você dava, de ver sua vitoria e de lutar pra que ela acontecesse. Acho que se eu fosse contar quantas vezes pegamos o notebook, deitamos uma do lado da outra cada uma com um computador em mãos e passavamos horas votando em você em algo que você estivesse correndo, se eu fosse contar todas as vezes que fizemos isso eu não conseguiria porque foram muitas, mais do que você possa imaginar e isso foi ficando pior a cada ano, cada ano que passava te amávamos e te idolatrávamos mais isso era louco, nem eu conseguia acreditar que era capaz de amar tanto uma pessoa que nem me conhecia , que nem sabia da minha existência, só que o meu amor por você não se comparava o de Verônica,  o dela era definitivamente maior, ela exagerava acho que ela seria capaz até de matar por você – ele me olhava com os olhos arregalado, prestando atenção em cada palavra- Até que o aniversario de 15 anos de Verônica foi se aproximando, no Brasil 15 anos é uma data muito importante, e em vez de pedir uma festa como todas as garotas normais da nossa idade fazia, ela pediu uma viagem de aniversario até Nova York, pra ser exata ela queria ir em um show seu em Nova York, o pai dela ficou meio receoso em deixar pois ela era muito nova e ele não poderia deixar todo o seu trabalho no Brasil pra acompanha - lá nessa viagem, mas como ele tinha uma irmã que morava em Nova York, ele deixou ela ir se ficasse na casa da sua irmã e isso não foi um problema pois a sua Irmã adorou a idéia de ver a sobrinha que não via a tempos. Eu estava tão feliz por ela, ela finalmente iria ter a oportunidade de realizar o seu sonho, que era de ver você de perto,  mas por outro lado eu estava triste por mim, porque eu não iria ver você –o encarei e olhei nos seus olhos – no dia em que a Verônica ia viajar, antes ela passou na minha casa, ela estava tão feliz, e meu pai também estava, não sabia o porque mais acho que ele me escondia algo, até que ele chegou no meu quarto com o meu passaporte em mãos e disse que eu também iria pra essa viagem com Verônica pois minhas notas na escola estavam muito boas e mesmo faltando meses pro meu aniversario, ele tinha adiantado o meu presente. Nossa, eu explodia de tanta felicidade, Verônica me ajudou a fazer minhas malas, todos já sabiam que eu iria pra Nova York  menos eu pois queriam me fazer uma supressa e conseguiram porque eu não desconfiava de nada. O que eu não sabia é que essa seria a pior viagem da minha vida.
Justin: Porque? O que aconteceu em Nova York?
Mel: Estávamos na casa da tia da Verônica, quando vimos alguém tuitar que você já estava na cidade,  foi quando a Verônica teve a idéia de ir procurar você e eu concordei, juro que daria tudo pra voltar naquele dia e tirar essa idéia da cabeça dela, mas infelizmente ainda não criaram uma maquina que possa voltar no tempo –uma lagrima escorreu- Sabíamos que a tia da Verônica não deixaria irmos atrás de você, então saímos de casa sem ela ver, pegamos um taxi e como não conhecíamos nada da cidade, pedimos pro motorista nos levar ao hotel mais caro e mais fino de Nova York. E claro, ele levou. Quando chegamos, entramos e perguntamos se você estava hospedado lá, mas a moça da recepção disse que não poderia dar esse tipo de informação. Saímos do hotel e ficamos do outro lado da rua, ainda não tínhamos desistido pois se tem uma coisa que você tinha nos ensinado era a não desistir do que queremos e do que sonhamos e a gente queria ver você mas do que qualquer outra coisa, então resolvemos esperar um pouco pra ver se você aparecia por lá, quem sabe tivéssemos sorte. Foi quando batemos essa foto ai que está no meu iphone, estávamos no tédio, você não aparecia então começamos a bater fotos pra postar depois no instagram, essa foi nossa ultima foto juntas –mas lagrimas escorriam pelos meus olhos-  porque logo depois dela, você apareceu, nem acreditamos quando te vimos  era algo surreal,  antes a alguns dias atrás você estava tão longe, e agora você estava ali na nossa frente. Você estava saindo de algum lugar, talvez um bar, ou restaurante eu não lembro ao certo mas esse lugar ficava bem na frente do hotel, na mesma calçada onde eu Verônica estávamos, obviamente você não estava sozinho, estava com o Moshe naquela época ele ainda era seu segurando, e estava com Alfredo e Scooter também.  Eu e Verônica começamos a gritar igual duas loucas e corremos até você, Moshe não deixou a gente se aproximar, pra falar a verdade ficamos a uns 3 metros longe de você, sabíamos que você nunca gostou de fã histéricas mas não dava pra se controlar, imaginamos esse dia a anos e agora ele estava acontecendo,  gritávamos o seu nome então você sorriu pra gente de longe colocou dois dedos  na testa sabe!? como aqueles soldados que cumprimenta seu superior!? Exatamente como você costuma fazer quando está cantando ‘’as long as you Love me’ ’ na parte do ‘’ i’ii be your soldier’’ isso fez com que a gente gritasse ainda mais, mas ainda sim não era o suficiente,  Verônica sempre disse que faria de tudo por um abraço seu então ela gritou ‘’ JUSTIN POR FAVOR, ME DÁ UM ABRAÇO, EU SÓ QUERO UMA ABRAÇO EU TE AMO’’ mas você nem ligou, continuou andando e aquele poste do Moshe ficava nos impedindo de ir até você....então você atravessou a rua entrou no hotel junto com Alfredo e Scooter,  quando você já tinha entrado Moshe parou de tampar a passagem atravessou a rua e entrou lá também, nossa ficamos desoladas estávamos tão perto de você e ao mesmo tempo longe pois seu segurança não deixou nem nos aproximarmos direito e o pior de tudo você não disse nada, Verônica gritou varias vezes pra você que tudo o que ela queria era uma abraço mas você nem se importou Justin!! VOCÊ NEGOU UM ABRAÇO A ELA, UM ABRAÇO!! –eu gritava-
Justin: Ei Mellanie, calma ae,  olha eu não lembro de nada disso, mas tenta me entender  são muitas fãs, eu não posso sair por ai abraçando todas que me pedem  eu até tento mas não dá, e além do mais eu tenho os meus dias ruins como todo mundo
Mel: Acontece que isso não foi a única coisa que você fez naquele dia Justin...depois disso Verônica não tinha desistido, ela tinha botado na cabeça que iria ganhar um abraço seu a qualquer custo, e quando ela colocava uma coisa na cabeça ela ia até o fim, eu disse pra irmos pra casa e tentássemos  ganhar esse abraço no outro dia quando fossemos no seu show, mas ela não quis de jeito nenhum sair dali, então eu fui obrigada a concordar em ficar ali com ela. Alguns minutos depois que você entrou no hotel, vimos um carro saindo de lá, reconhecíamos aquele carro, era impossível não reconhecer, era O SEU carro! Um carro preto que você havia ganhado a pouco tempo do Scooter no seu aniversario de 18 anos, ele era perfeito, tínhamos até fotos dele no nosso celular, com toda certeza aquele carro era o seu e lógico você estava lá dentro. Quando víamos que você iria sair de lá, surtamos de novo,  Verônica saiu correndo e eu a segurei pelo braço, perguntei o que ela iria fazer, mas ela nem me respondeu –agora eu já chorava e era inevitável – ela se soltou das minhas mãos saiu correndo e parou no meio da rua de braços abertos, você vinha vindo com o carro em uma velocidade não muito alta, eu juro que pensei que você iria parar e obvio que ela pensou que você também pararia por isso ela se colocou na frente do carro, MAS VOCÊ NÃO PAROU JUSTIN, VOCÊ NÃO PAROU!!!
Justin: O que? O.O
Mel: VOCÊ PASSOU COM AQUELE SEU CARRO QUE MAIS PARECIA UMA LIMUSINE POR CIMA DELA JUSTIN, VOCÊ É UM ASSASSINO, UM ASSASSINO!!!!! –chorava desesperadamente-
Justin: Mellanie, você ficou doida? Isso nunca aconteceu! Eu não seria tão inconseqüente
Mel: NINGUÉM ME CONTOU PORRA, EU VI!! EU VI SEU CARRO PASSANDO POR CIMA DELA, E VOCÊ NEM PAROU PRA PRESTAR SOCORRO OU COISA DO TIPO, VOCÊ ACELEROU E SAIU DISPARADO DE LÁ.
Justin: Deve ter um mal entendido aqui eu...eu não sei o que dizer.
Mel: Não existe mal entendido, e não precisa dizer nada porque nada vai mudar o que aconteceu naquele dia, além do mais não tem como  não ter sido você pois depois que você saiu disparado sem ao menos prestar socorro, Scooter foi lá, eu estava agarrada no chão com a Verônica toda desfigurada, ela estava horrível Justin, você a deixou horrível, eu chorava, chorava tanto, muito mais do que eu estou chorando agora, as pessoas já rodeavam o local, Scooter me tirou a forças de lá, eu estava cheia de sangue, com o sangue da minha melhor amiga, da minha irmã, que você matou.  Scooter me abraçou forte, e eu não lembro de mais nada, eu desmaiei ali e depois acordei em um hospital. Mesmo a vendo naquela situação eu ainda tinha esperança de que ela sobrevivesse, quando eu acordei a primeira coisa que eu fiz foi perguntar pra enfermeira sobre ela, mas a enfermeira não quis responder nada, disse que eu não poderia sofrer mais emoções fortes e nisso eu tive a certeza de que ela tinha falecido.
Justin: Mellanie, isso não aconteceu acredite, quer dizer não fui eu, eu me lembraria de uma coisa assim se tivesse acontecido.
Mel: Mas aconteceu porra!  Scooter não queria que isso vazasse por ai, lógico seria uma bomba, então ele deu muito, mas muito dinheiro para os pais da Verônica para que ninguém espalhasse essa historia, lógico que eu não concordava, eu queria fazer justiça mas quem acreditaria em mim não é? Seria eu contra vocês, e o pior de tudo é que você nem se deu o trabalho de aparecer no funeral dela, até o Scooter foi e você não, você foi um covarde – limpei um das minhas lagrimas que escorria- Ok, disso eu não posso falar nada porque eu também não fui, eu não tive coragem, também nunca tive coragem de visitar seu tumulo até hoje eu simplesmente não consigo, e sabe Justin, sabe onde ela foi enterrada apesar de tudo o que você fez?
Justin: Não, eu não sei –me encarava com um expressão confusa-
Mel: Em Stratford, ela sempre dizia que queria ser enterrada lá quando morresse, pra você ver o quanto ela te amava, o quanto ela era louca por você, agora eu me pergunto como você consegui deitar no travesseiro e dormir sossegado sabendo que matou uma pessoa tão inocente quanto ela, uma pessoa que te amava tanto, me explica como você consegui ser tão frio assim.
Justin: Olha Mellanie – ele se levantou do sofá e veio até mim- acredita em mim, eu não fiz nada disso, eu não sei o que está acontecendo aqui mas eu nunca seria capaz de uma coisa tão desumana quanta essa
Mel: QUE PARTE DO EU VI VOCÊ NÃO ENTENDEU? JUSTIN, NADA DO QUE VOCÊ DIGA VAI MUDAR O QUE EU VI NAQUELE DIA, E AGORA POR FAVOR, SAI DAQUI, EU NÃO QUERO VER VOCÊ NUNCA MAIS!! EU ODEIO VOCÊ ENTENDEU? EU TE ODEIO!
Justin: Pelo amor de Deus se acalma, isso deve ter outra explicação.
Mel: QUER ME VER CALMA? ENTÃO SAI DAQUI E NUNCA MAIS CRUZE MEU CAMINHO!  -fui até a porta e abri- VAI LOGO JUSTIN, ANTES QUE EU CHAME UM DOS SEGURANÇAS.
Ele jogou meu iphone no sofá, andou até cruzar a porta depois olhou pra mim e disse

Justin: Eu vou, mas a gente ainda vai esclarecer essa historia! –bati a porta na cara dele-

Eu estava em um estado indescritivel minha cabeça parecia que iria explodir a qualquer momento, meus olhos não parava de sair lagrimas e mais lagrimas, e a dor de relembrar aquele momento em que eu tanto sofri me corroía por dentro, claro o Justin é o principal culpado e eu o odeio com todas as forças, mas eu também tenho um pouco de culpa, se eu a tivesse segurado, se eu não a tivesse a deixado ir ou melhor se eu não tivesse concordado em fugir para encontrá-lo em Nova York, ela poderia estar aqui comigo até hoje.
Fui até meu quarto, sentei no chão na beirada da cama e comecei a chorar ainda mais


 


JustinON

 

Eu estava chocado, isso não faz o menor sentido eu nunca atropelei ninguém, eu nunca seria capaz de uma coisas dessas ainda mais com uma da minhas fãs, e outra se isso tivesse realmente acontecido eu me lembraria! Eu posso jurar, jurar pela minha mãe que é a pessoa que mais amo nesse mundo que eu nunca fiz nada desse tipo. E agora? E agora eu não sei o que fazer, está doendo aqui dentro do meu peito, em saber que a Mellanie me odeia de verdade e ainda por uma coisa que eu nunca fiz, uma coisa tão seria quanto essa.


Entrei no carro, encostei a cabeça no volante e fiquei pensando em tudo o que ela me disse, ela não tinha motivos nenhum pra inventar uma coisa como essas, isso de alguma forma aconteceu, mas como eu não consigo entender. Eu preciso de uma explicação e sei quem pode me dar, peguei meu celular e disquei o numero.

Scooter: Justin?
Justin: Scooter eu preciso falar com você!
Scooter: Agora eu não posso, estou no estúdio.
Justin: Tem que ser agora Scooter, entendeu? Eu passo ai no estúdio.
Scooter: Nossa é tão importante assim? Em vez de aproveitar seu dia de folga, você sabe que logo terá que fazer três shows!
Justin: Eu sei das minhas obrigações Scooter, mas isso é importante tem que ser agora!
Scooter: Tá, então vem né!
Justin: Sim, estou chegando flw
Scooter: Ok.


Desliguei o celular, liguei o carro e sai disparado em direção ao estúdio, minha sorte é que ele não fica tão longe daqui. 


------------------------------------------------------
Escrevi esse capitulo correndo pra vocês, porque eu sei que estavam ansiosas e como eu tava cheia de trabalhos na escola não deu pra escrever antes, eu ia escrever ontem mais eu fui no cinema ver o filme do One Direction, tem alguma directioner aqui? 

Enfim, não sei se era o que vocês imaginavam, espero que tenham gostado! Eae, será que foi o Justin mesmo? Quem está enganada a Mellanie ou o Justin? O que vai acontecer? 

 Comentem bastante! Estou doida pra esses dois ficarem juntos e acredito que não vai demorar.


 Cliquem no botão tweetar aqui em baixo pra divulgar a fanfic no twitter de vocês?


38 comentários:

  1. OMG, PRIMEIRA? PORRA O QUE É ISSO GAROTA QUER ME MATAR? É ISSO? SIM SOU DIRECTIONER!!

    ResponderExcluir
  2. continua estou mega ansiosa.....ñ demoraaaaaa por favor....eu acredito q a mellanie esta enganada....

    ResponderExcluir
  3. Creio que não foi o Justin.. To achando que foi o Lil ou outro alguém, ou ate mesmo o Scott ... agree não sei, só sei que não foi o Justin.. ( Eu ainda vou assistir o Filme deles com minha amiga, ela é directioner Rs) Continuaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  4. Continua!! Tá perfeito!

    ResponderExcluir
  5. Meu Deus, tô chocada.
    Não pode ter sido o Bieber .
    Se eu fosse a Mel ficaria do mesmo jeito :/
    Continua amor, quero saber oq o Bieber vai fazer !
    Beeijos gata

    ResponderExcluir
  6. acho q ñ foi o justin ele ñ pode ter feito isso continuaa logo to curiosa

    ResponderExcluir
  7. AAAAAAAAAAAH que perfeito, acho que nao foi o Justin. Continua

    ResponderExcluir
  8. quanta perfeição mds continuaa

    ResponderExcluir
  9. continuaa eu to morrendo de curiosidade. flor pq vc ñ ta mais avisando no tt?

    ResponderExcluir
  10. aaaaaah continuaa por favor

    ResponderExcluir
  11. CONTINUA POR FAVOR PORRA EU VO TE MATA SERIO TA A+

    ResponderExcluir
  12. to apaixonada, continua amor, mas vc nao tem avisado no tt :/

    ResponderExcluir
  13. Connnttttiinnnuuuaaaa!!!!

    ResponderExcluir
  14. Continua pufavor flor.

    ResponderExcluir
  15. Continua logo flor não aguento mais esperar

    ResponderExcluir
  16. aaaaah, leitora nova aquie, continua logo gata/maravilhosa

    ResponderExcluir
  17. COOOOOOOOOOOOOOOOOONTINUA

    ResponderExcluir
  18. omg continua PER-FECT <3

    ResponderExcluir
  19. Cada vez mais perfeito *o* #tô #xonada

    ResponderExcluir
  20. kra já tem tem 20 comentarios continua logo to curiosa

    ResponderExcluir
  21. meu deus......será q vc quer me matar de tanta curiosidade?????? por favor continua vc esta demorando de mais....... coloquei credito no meu celular só pra ficar aqui lendo(tenho computador só que a minha net é uma merda então prefiro usar a net do celular)....mais sempre que eu entro vc ñ tem postado.....por favor continua logo...

    ResponderExcluir
  22. COOOOOONNNNNTTTTINUA!!!! VEI TÁ PERFEITO

    ResponderExcluir
  23. Olá, pufavor continua

    ResponderExcluir
  24. OMG. Esta perfeito conttinua

    ResponderExcluir
  25. Vei, que perfeito estou morrendo de curiosidade continua flor.

    ResponderExcluir
  26. Eu acho que nao foi o Justin. Continua

    ResponderExcluir
  27. Continua estou super mega aciosa.

    ResponderExcluir
  28. CONTINUA minha linda pufavor

    ResponderExcluir
  29. Continua vc está demorando demais então faz o favor de continua LOGO!!!!!!!

    ResponderExcluir
  30. olha só quanto comentário meu deus continuaa logo vou ter um treco aq

    ResponderExcluir
  31. Hey, hoje pe o meu niver. Gostaria de ter uma capitulo dedicado para mim :D
    OBS: amei o capitulo. Continuaa... por mim e todas suas leitoras assiduas :D

    by: Camila Belieber
    @FCjdbfort2

    ResponderExcluir
  32. Continua plmdds eu entro tds os dias pra ver se tem um cap e nada , pfpfp continua logo senhor deus . Bj ta pfto

    ResponderExcluir
  33. Eaiiii? Continuaaaa meuuuuuu to ansiosa

    ResponderExcluir
  34. cara já faz um mês q vc ñ posta oq aconteceu ? ñ vai abandonar o blog né :(

    ResponderExcluir
  35. juro chorei lendo isso e to chorando ate agora sei que nao e real mas isso mexeu muito comigo

    ResponderExcluir
  36. Vei, to apaixonada pela Say no to Love é perfeito. Coonntiinnua logo.

    ResponderExcluir
  37. Amr,pq vc abandonou a ib? Ta todo mundo sentindo sua falta n faz isso vlt logo @weshawtybiebs

    ResponderExcluir