segunda-feira, 29 de julho de 2013

• Say no to Love - Capítulo 11 - Ela se foi


Mel:  Isso tem a ver com que? 
Justin: Eu não sei responder, eu to confuso.
Mel: Se você não sabe nem o que responder,como quer ter o direito de me pedir pra se afastar dele?
Justin: É  que porra Mellanie,eu só quero que a gente tenha uma boa relação mas você só pensa no Zayn, só quer saber dele, isso não ajuda em nada.
Mel: O Zayn não tem culpa, a gente já não tem uma boa relação muito antes dele chegar.
Justin: E como ele aqui é muito pior, ta vendo? Estamos brigando!
Mel: Qual é Justin? Fala a verdade você ta com ciúmes porque eu tô meio que ‘’roubando’’ – fiz aspas com os dedos-  seu amigo, é isso não é? Olha eu não pensei que vocês fossem tão amigos sério. 
Justin: -permaneci em silencio-
Mel: Acertei não acertei? Ta com ciuminho do Zayn!?
Justin: NÃO, MAS QUE PORRA, SERÁ QUE VOCÊ NÃO PERCEBE!? EU TÔ COM CIÚMES É DE VOCÊ MELLANIE, DE VOCÊ!!!  EU MORRO DE CIÚMES DE VOCÊ COM ESSE CARA, EU QUE TE TROUXE PRA CÁ, EU QUE TE TROUXE PRA ESSA ACAMPAMENTO PRA VOCÊ ME FAZER COMPANHIA E TAL, MAS TUDO O QUE VOCÊ SABE FAZER É FICAR BABANDO POR ELE, EU NÃO SUPORTO ISSO, NÃO SUPORTO MESMO– disse  gritando-
Mel: Justin para de gritar.
Justin: PARA DE GRITAR? É ISSO QUE VOCÊ TEM PRA ME DIZER?
Mel: Se você deixar eu falar né!
Justin: O que você vai me falar? Vai me xingar de idiota, otário? É tudo o que você sabe fazer.
Mel: Não Justin, olha eu entendo você sabe? Quer dizer, você sempre teve a atenção de todo mundo, você sempre foi o preferido, o bajulado, todos fazem o que você quer, por isso você fica assim, porque você achou uma pessoa que não faz isso, que não fica te paparicando 24h por dia, que não fica lambendo o seu chão Justin, e sabe você não é culpado de nada, as pessoas que são e a profissão que você escolheu, claro ela é ótima não é? Ela te trás muitas coisas boas, muitas mesmo, mas ela tem seu lado negativo também e é esse, você não sabe lidar com isso, você não sabe lidar com alguém que não fique te paparicando o tempo todo, você não sabe lidar com fato de que alguém prefira outro artista e não a você e as coisas não são assim não. Olha dizem por ai que tudo na vida tem um motivo não é?  Talvez seja esse o motivo da gente ter ido parar na mesma escola, pra você aprender que nem tudo é do jeito que a gente quer, nem tudo é do jeito que você quer. Sabe eu posso ser bem mais nova que você,  mas me ouvi, porque eu sei que tudo isso que eu te disse tem muito sentido, alguém precisava dizer isso pra você sério.  E olha mesmo eu não gostando muito de você, eu não te desejo mal nenhum, justamente por isso que eu to te dizendo tudo isso, espero que reflita um pouco.


Ela me deu um beijo na bochecha  disse ‘’ durma bem Bieber’’ e saiu dali a única parte boa dessa historia toda foi essa. Acho que eu preferia mil vezes que ela tivesse me chamado de idiota, estúpido e tudo o que ela normalmente costuma me chamar, mas ela adora  jogar a real na minha cara, ela tem a coragem que ninguém mais tem, ninguém nunca falou assim comigo sério.

Talvez ela até tenha um pouco de razão sabe? Eu sou bajulado mesmo, mas ela mal me conhece, ela fala como se eu fosse um garotinho mimado e que a vida inteira tive tudo o que quis, as coisas não foram assim, não mesmo. Isso tudo é muito confuso pra mim,  nem eu mesmo acredito que estou com ciúmes dela e muito menos que eu acabo de admitir isso, eu não deveria ter falado nada, deveria ter guardado isso pra mim, porque isso não fez a mínima diferença pra ela, tenho certeza que ela vai continuar se engraçando com o Zayn como sempre fez ou até mais, agora que ela sabe que isso me deixa irritado, vai se aproximar ainda mais dele pra me provocar, ela adora fazer isso. E eu odeio sentir ciúmes dela, odeio!


(...)


Acordei no outro dia cedo, eu mal tinha dormindo aquela noite, as palavras da Mellanie me atormentava, não acredito que ela disse tudo aquilo pra mim, não acredito mesmo. Mas mesmo assim eu não consigo odia-lá, não da mesma forma que ela me odeia, talvez seria mais fácil se eu a odiasse sabem? Mas quanto mais eu tento odia-lá, mais eu me aproximo dela e mais eu desejo sua companhia.

Fui até o banheiro masculino, fiz minha higiene pessoal e depois fui pro refeitório, as crianças já tinham tomado o café da manhã e estavam brincando. Os garotos do One Direction estavam lá fora ajudando as tias arrumarem as camas, ou melhor, as barracas. A Lise, eu não tenho idéia de onde esteja, talvez esteja dormindo ainda porque apesar da Mellanie ter atrapalhado ontem a noite, pegamos fogo, quer dizer eu liberei todo o meu estresse e todos os problemas que passavam na minha cabeça ali naquela transa, tanto é que Mellanie ouviu até os barulhos, mas enfim, isso não é importante.

Também não sei onde Mellanie está, olhei por entre a janela do refeitório procurando Jessie, porque elas normalmente costumam estar juntas. Achando Jessie eu acharia a Mellanie, só que não achei nem a Jessie ali.


Justin: Mas cadê essa menina –pensei alto-
Jessie: Que menina?


Levei um susto daquelas, até derramei metade do leite que estava no copo em minha mão no chão, coloquei o que sobrou dele em cima da mesa,  depois peguei Jessie no colo.


Justin: Você me assustou mocinha.
Jessie: Desculpa.
Justin: Não tem problema não  -sorri-
Jessie: Que menina você tava procurando quando eu cheguei?
Justin: Era você mesmo gatinha, queria te perguntar se você sabe onde está a Mellanie?
Jessie: Está tomando banho.
Justin: Ah entendi – olhei pro seu pequeno rostinho-  Jessie, aconteceu alguma coisa? Você está pálida!
Jessie: Você tá namorando a Lise, Justin?
Justin: Não estou não, mas Jessie...
Jessie: Mas eu vi vocês se beijando – ela me interrompeu-
Justin: Você é muito pequena pra entender o que está acontecendo princesa, eu sei que você não gosta muito da Lise, você me contou aquele dia lembra? Não se preocupe, eu não vou namorar com ela não.
Jessie: Ainda bem, porque eu acho a tia Mel muito mais bonita que ela.
Justin: Sabe de uma coisa? Eu também acho viu, a Mellanie é linda.
Jessie: Então porque você não namora com ela?
Justin: Hey as coisas não são assim não -ri- pra gente namorar com alguém temos que gostar um do outro.
Jessie: E você não gosta da Mel?
Justin: Mas é claro que eu gosto Jessie, só que não é desse jeito.
Jessie: Ah, eu queria muito que vocês ficassem juntos.
Justin: Bom a Mellanie não pensa assim.
Jessie: Talvez ela pense.
Justin: -ri- Você gosta muito dela não é?
Jessie: Sim –deu meio sorriso- eu amo ela! Justin será que você pode dizer isso pra ela? Que a amo muito muito muito.
Justin: Mas porque você mesmo não diz?
Jessie: Não vai dar tempo.
Justin: - engoli um seco- Porque não vai dar tempo? É lógico que vai, vamos lá dizer.
Jessie: Não Justin, não vai dar tempo, papai do céu ta vindo me buscar. Promete que vai dizer a ela?
Justin: - meu corpo inteiro estremeceu- Jessie papai do céu não vai vir te buscar, não agora,  porque você está dizendo isso?
Jessie: Ele ta me chamando Justin, você tem que prometer que vai dizer, por favor promete?
Justin: Eu prometo, mas olha você não sabe o que está dizendo, papai do céu não vai te levar agora entendeu? Não vai – a abracei forte-
Jessie: Não fica triste Justin, vai ser melhor pra mim, eu vou estar mais feliz lá –ela fez uma pausa-  Cuida da Mel pra que ela não fique triste ta bom? E olha eu sei que vocês um dia vão ficar juntos! Obrigada por tudo, eu adoro você Justin.
Justin: Jessie não, você  não vai  partir agora, não diz isso.

Ela então desmaiou no meu colo


Justin: Jessie por favor fala comigo, Jessie não brinca assim não, Jessie!!!


Me desesperei eu não sabia o que fazer, eu estava em choque. Corri com ela nos meu braços até lá fora, isso é um pesadelo não pode estar acontecendo. O Zayn foi o primeiro que eu vi na minha frente.


Justin: Zayn pelo amor de Deus, me dá a chave do seu carro.
Zayn: Mas o que aconteceu com ela?
Justin: Anda Zayn, temos que ser rápidos –uma lagrima já escorria no meu rosto-
Zayn: Tudo bem , vamos  eu dirijo.

Várias pessoas já me rodeavam, algumas das tias do acampamento, Lise e todos o resto da banda, eles pereceram o meu desespero e correram lá.


Justin: Não contem nada pra Mellanie entendeu? Você também Lise, não conta nada –falei tudo muito rápido-


Eles balançaram a cabeça confirmando, eu sai correndo o mais rápido que consegui e Zayn foi atrás. Entramos no carro, Zayn deu partida e saiu em um tranco disparado. Coloquei meus dedos sobre os pequenos pulsos de Jessie para sentir sua pulsação, mas nada sentia, puis no outro braço e também nada. Não adianta ela já tinha ido.


MellanieON


Não dormi nada essa noite, o tempo todo aquela cena horrível do Justin com a Lise me vinha pela cabeça, isso era torturante. Pela manhã eu resolvi tomar um banho pra ver se relaxava pois estava com os nervos a flor da pele. Quando terminei penteei os cabelos, o banho me fez realmente muito bem, fiquei um pouco mais relaxada. Fui até o gramado próximos as barracas que era onde a maioria das pessoas estavam. O clima ali estava diferente, todos me pareciam agitados, menos as crianças que brincavam de pique-pega normalmente.  Me aproximei dos minos do 1D que se encontravam ali.


Mel: Bom dia Harry!
Harry: Mellanie? – falou assustado-
Mel: Nossa, essa sua cara me fez sentir-se a pessoa mais feia do mundo inteiro –cruzei os braços- Parece que você se assustou em me ver!
Harry: Claro que não boba,  é que... não é todo dia que eu encontro uma garota tão bonita, fiquei até chocado!
Mel: Você mente muito mal -ri-
Harry: Hey eu não estou mentindo!
Niall: Como se ele gostasse de mulher – Niall disse se aproximando-
Harry: Não fala assim Niall, vai que ela acredita.
Niall: Mas é pra acreditar, é a verdade.
Harry: Niall cala a boca, a Mel sabe que eu sou homem.
Mel: Bom, Zayn me disse ontem que você adora apertar a bunda dele Harry.
Harry: Eu não acredito, ta vendo – deu um tapa na cabeça do Niall- vocês estão acabando com a minha reputação.
Niall: Mas foi o Zayn que disse oh animal e não eu.
Harry: Não importa, vocês ficam contando as nossas intimidades pras outras pessoas. A partir de agora eu só vou pegar o Louis, olha lá como ele é gostoso.


Nós três olhamos pro Louis, ele estava a poucos metros conversando com o Liam, que ficou nos encarando sem entender o motivo dos olhares e eu só me acabava de rir.


Niall: Nossa hein, benza a Deus um pedaço de mal caminho.
Harry: Fiu fiu gatinho


Louis riu e mandou um beijo pra eles no ar. Harry ‘’pegou’’ o beijo com a mão e depois levou até o peito esquerdo. Eu continuava rindo desses bobões.


Mel: Gente mudando de assunto, vocês viram o Zayn?
Harry: Eu não sei dele não – me pareceu um pouco nervoso- você sabe Niall?
Niall: Eu também não vi ele hoje.
Mel: Ah que estranho. Bom, se verem ele por ai me avisem ta meninos? Eu vou procurar a Jessie.



Eles estavam estranho sei lá, bom eu não os conheço muito bem, não dá pra dizer se estão diferentes mas eles estavam bem agitados. Todos ali estavam. Enfim fui procurar a Jessie não a achei em lugar nenhum, perguntei pra algumas pessoas mas ninguém sabia dela. Fui então até sua barraca ela não estava lá, fui no refeitório e nada. Fui na cozinha onde normalmente só entravam os cozinheiros mas quem sabe ela estava ali brincando, porém ela não estava ali também. Quando eu sai da cozinha dei de cara com a Lise, olhei com nojo pra ela, que retribuiu com o mesmo olhar.



Lise: Procurando o Justin?
Mel: Não, não estou procurando ele querida.
Lise: Acho bom, porque ele é meu.
Mel: -ri sarcástica- Como você é engraçada, você acha mesmo que o Justin Bieber iria querer uma qualquer como você ao lado dele?
Lise: E você acha que ele iria querer você amorzinho? Pelo menos por mim ele já demonstrou algum afeto.
Mel: Algum afeto? Te tratando como lixo, te usando pra satisfazer os desejos dele quando ele bem entende? Nossa que bom que eu não recebo esse tipo de afeto dele.
Lise: Isso tudo é inveja, porque pra mim ele olha com desejo com atração, pra você ele olha com desprezo .
Mel: Que bom né!? Se você confia no seu taco, não precisa ficar com medo de mim.
Lise: Pode ter certeza que eu confio.
Mel: Que interessante, agora sai da minha frente porque eu tenho mais que fazer.
Lise: Mais o que fazer?  Como procurar a Jessie? Sinto muito mais você não vai encontra - lá –sorriu prazerosa-
Mel: Do que você está falando?
Lise: Parou de falar grosso agora não é?
Mel: Fala logo porra.
Lise: Eu acho bom você falar direitinho comigo porque você precisa de mim pra saber as coisas, garanto que ninguém mais aqui vai te dizer o que está acontecendo.
Mel: O que eu acho bom é você me falar logo se não quiser ficar sem seu lindo cabelinho – disse enrolando um tufo de cabelo dela em minha mão e puxando pra trás-
Lise: Solta, eu vou te contar garota.
Mel: Conta logo desgrama.-soltei seu cabelo-
Lise: Não adianta você procurar a Jessie, você nunca mais vai ver ela de novo entendeu? Nunca!
Mel: Quem é você pra dizer isso?
Lise: Não sou eu que estou dizendo, ela morreu Mellanie, morreu entendeu? Aquela fedelha morreu!
Mel: O que?
Lise: É isso que você ouviu.
Mel: Você acha que eu vou acreditar nas mentiras que você inventa?
Lise: Não é mentira, você é burra garota? Todo mundo lá fora ta te evitando pra não ter que te contar isso. Justin não está aqui, Zayn não está, o carro dele também não ta lá fora. É só ligar os pontos não precisa ser inteligente nem nada, ele e o Zayn foram levar a Jessie até o hospital,  mas ela não resistiu ela morreu muito antes de chegar lá,  Justin ligou avisando que ela faleceu –me encarou-  ah sério? não to acreditando que você vai chora! Você vai fazer esse drama mesmo?



Sai de lá correndo, isso não podia ser verdade não podia, mas tudo fazia sentido as pessoas me olhando com cara de pena, o carro não estar ali, Justin e Zayn ter sumido, claro que era verdade. Eu queria sumir dali, não acredito nisso meu Deus, é a Jessie, com tantas crianças nesse mundo tinha que ser ela? Justo a que eu mais me apego. Eu chorava de soluçar aquilo tava doendo tanto, vocês não tem idéia do quanto está doendo. Corri por atrás do refeitório ali era cheio de arvores, matos era tipo uma floresta,  quer dizer era uma floresta mesmo. E eu corria, corria por meio daquele mato, sem rumo, com o rosto coberto de lagrimas. Ela estava tão bem ontem, tão bem, eu me recuso a acreditar nisso. Sem forças mais para correr me joguei no chão perto de uma arvore, agarrei a terra do chão com as mãos descontando nela a raiva que eu estava dessa vida injusta, porque ela? Porque justo ela? Com tantas pessoas más nesse mundo, que roubam, matam, estupram pessoas e Deus me tira justo alguém como ela? Um anjinho inocente que nunca fez mal a ninguém nessa vida, porque você fez isso meu Deus porque? Qual é o intuito disso?  



JustinON


Voltamos pro acampamento era 8h da noite, já estava tudo escuro. Os médicos não conseguiram fazer nada para salva-lá, eles até tentaram mais era tarde de mais, na verdade eles disseram que isso logo iria acontecer mesmo já era o esperado e que os pais delas já estavam até cientes disso, mas apesar de tudo eles ainda tinha esperança que ela sobrevivesse. Eu já tinha chorado bastante, aquele anjinho morreu nos meus braços vocês tem idéia do que é isso? É uma coisa que eu não vou esquecer nunca na minha vida, e agora eu estou péssimo. Eu só tinha conversado com ela algumas vezes, mas uma criança tão pequena a gente sempre sente, chegando agora no acampamento é uma sensação de vazio tão grande.


Pior mesmo foi ver os pais dela ali se acabando de tanto chorar, eles estão sofrendo tanto vocês nem imaginam o quanto, é algo que nem eu mesmo posso imaginar só os dois sabem a dor insuportável que deve ser perder uma filha. A mãe dela não teve nem coragem de entrar lá na sala para vê-lá e eu a entendendo, você entrar em um sala e ver o seu anjinho a sua princesinha a filha que você deu todo o amor e carinho do mundo, uma parte de você ali literalmente sem vida, isso deve ser desesperador, se já foi até pra mim imagina pra essa mãe . Eu estava me sentindo péssimo por não ter sido capaz de salva-lá, mas eu não pude fazer nada de verdade. O pior mesmo seria agora, ter que contar isso pra Mellanie, elas se gostavam tanto, era tão unidas, tinha meio que uma parceria, isso era lindo.

Falei pro Zayn ir descansar porque ele deveria estar acabado, ficamos lá esse tempo todo resolvendo as coisas do funeral e tal, eu paguei tudo, tanto o hospital quanto o funeral e também vou dar uma ajuda a essa família, eu sei que dinheiro não pode trazer de volta a vida dessa criança e muito menos aliviar o sofrimento deles, mas dinheiro nunca é ruim.


Respirei fundo e fui procurar a Mellanie, estavam todos em volta a fogueira como costumava ser todas as noites, só que dessa vez sem músicas, eles apenas comiam alguma coisa e conversam. Eu bati o olho em todas aquelas pessoas ali tentando encontrar Mellanie mas não a encontrei, fui até Lise agachei ficando da altura que ela estava, pois ela estava sentada no chão com o resto do pessoal.


Justin: Cadê a Mellanie?
Lise: Justin, você voltou? Está tudo bem com você amor?
Justin: Sim está, cadê a Mellanie? –perguntei de novo-
Lise: Nossa, eu não sei dela.
Criança: Eu vi ela correndo pra lá Justin – disse a menininha apontando pro refeitório-
Justin: Ela está no refeitório gatinha?
Criança: Não ela correu lá atrás do refeitório, no meio daquele mato.
Justin: O QUE? O QUE ELA FOI FAZER LÁ LISE?
Lise: Eu não sei Justin!
Justin: VOCÊ CONTOU PRA ELA NÃO CONTOU?
Lise: É que Jus...ela precisava saber e eu...
Justin: EU PEDI PRA NÃO CONTAR CARALHO.
Lise: Mas Justin ela insistiu.... onde você ta indo – ela se levantou, foi atrás de mim e segurou meu braço-
Justin: Não rela em mim porra! Eu estou indo atrás dela, eu não vou deixar ela lá nesse escuro sozinha.
Lise: Ela só está fazendo drama, espera jaja ela volta.
Justin: Drama? Que tipo de ser humano é você Lise? Uma pessoa no qual ela se apegou acaba de morrer e você me diz que ela está fazendo drama? Francamente, ela não é igual a você não, ela não é uma qualquer que só liga pra si mesmo igual você é. Sai daqui, não quero mais te ver.
Lise: Mas Justin..
Justin: Me deixa Lise.


Deixei ela lá falando sozinha, peguei um lanterna e fui até aquele mato, lá era realmente bem assustador. Eu não deixaria Mellanie lá de jeito nenhum, fui iluminando tudo tentando acha-lá, mas era quase impossível. Andei mais um bom tanto sempre iluminando tudo por ali, cadê segundo que eu demorava para encontra - lá eu sentia mais raiva da Lise por ter causado tudo isso, eu pedi pra ela não contar nada, e essa vadia interesseira me faz isso, vontade bater em uma garota dessas é o que não me falta, apesar de não ser tão covarde a esse ponto.


Estava entrando em pânico, eu não encontrava Mellanie em lugar nenhum,  ela estava sozinha ali naquele escuro no meio daquele mato, onde provavelmente poderia ter bichos ou algo do tipo, ficava desesperado só em pensar que poderia ter acontecido alguma coisa.  Até que eu parei de me mover deixando só os barulhos dos grilos por entre aqueles galhos, mas não havia só o barulho deles ali, ouvi um choro fraco vindo de algum lugar por aquele meio, andei tentando seguir aquele choro, até que a encontrei jogada no chão ao pé de uma árvore em um estado de partir o coração de qualquer um. Graças a Deus eu achei ela, fui me aproximando eu não saberia qual séria a reação dela ao me ver, porque tenho certeza que quem ela menos desejaria ver em um momento como esse sou eu, mas fazer o que? Se sou eu que estou aqui morrendo de preocupação com essa garota. Coloquei a lanterna ali próximo e de vagar me sentei ao lado dela no pé daquela árvore, depois disse baixinho.


Justin: Mellanie eu sin..

Ela me abraçou, ela me abraçou forte, ela precisava de um apoio e me disse isso com aquele abraço...


Mel: Justin por favor, diz que é mentira.
Justin: Isso era tudo o que eu mais queria poder dizer pra você, mas eu não posso.


Ela chorava ainda mais, agarrada em meu peito, eu sentia suas lagrima molhando minha camisa, minhas mãos deslizava de leve pelo seu cabelo, eu não suportava vê-lá daquele jeito, eu queria tirar toda essa dor que ela estava sentindo e colocar em mim, eu sou homem eu sou forte eu agüentaria, ela é tão frágil ela não merece sentir isso.


Justin: Por favor, não fica assim não.
Mel: Ela era tão pequena, ela era uma criança não merecia isso.
Justin: Deus sabe o que faz.
Mel: Não ele não sabe, isso é tão injusto.
Justin: Mel ela estava sofrendo aqui, ela tinha uma doença muito grave ela tomava vários remédios por dia pra não sentir dores, ela odiava aqueles remédios, agora ela não precisa mais sofrer desse jeito, simplesmente descansou.
Mel: Mesmo assim Justin, não é fácil pra mim lidar com perdas, eu nunca fui boa nisso.
Justin: Ninguém é bom nisso, ela queria ir mel, ela me disse isso.
Mel: Você falou com ela antes dela –fez uma pausa- eu não consigo dizer essa palavra
Justin: Não precisa dizer, eu falei com ela. Ela se foi quando estava ainda em meus braços, e me fez prometer que te diria uma coisa
Mel: O que? – ela tentou controlar o choro pra poder ouvir o que eu diria-
Justin: Que ela te ama muito muito muito, ela me disse ‘’muito’’ varias vezes.


Ela chorou ainda mais depois disso, eu queria dizer alguma coisa pra amenizar aquilo que ela sentia mas não encontrava palavra nenhuma, fiquem em silencio só ouvia o seu choro isso era tortura pra mim, aquele choro fraco de quem passou horas chorando e é exatamente isso que Mellanie tinha feito.


Justin: Por favor não chora, olha bate em mim, me chama de idiota de otário mas não chora não, isso eu não posso suportar.



Ela não disse nada, apenas segurou o choro e foi vagarosamente saindo dos meu braços ficando muito próximo do meu rosto, estava escuro, mas eu sentia sua respiração quente pertinho de mim e em poucos segundos estava sentindo seu lábios úmidos encostando nos meus, não sei se foi eu ou se foi ela que se aproximou a ponto de selar nossos lábios, mas o que importa é que agora estávamos nos beijando. Coloquei minha mão em seu rosto deslizando meu polegar suavemente nele, eu não pensava em mais nada apenas naquele beijo que eu não queria que acabasse nunca, era um beijo tão verdadeiro tão profundo, não dá pra explicar, era tudo o que eu sempre quis fazer, ter aquele beijo pra mim, o beijo dela, que foi ainda melhor do que eu sempre imaginei. A falta de ar chegou nos afastamos com dificuldade, pois eu não queria soltar ela, meus lábios não queria soltar os dela. Permaneci com olhos fechados minha testa estava encostada na dela e mesmo separados nossos lábios estavam tão próximos  a ponto de eu ainda sentir sua respiração, tomei ar e a beijei de novo com mais vontade ainda e eu pensava que beijo nenhum poderia ser melhor que o primeiro, mas esse foi ainda melhor e muito mais intenso.  


     ----------------------------------------------------------

Poxa não queria a Jessie tivesse morrido mimi ):

Bom tá ai mais um capitulo amores. Gente olha eu demoro vários dias pra escrever um capitulo, eu leio ele no minimo umas 5 vezes até mais antes de postar aqui. Eu acho que eu mereço comentários hein!

Quero opiniões e realmente eu preciso agradecer porque os comentários de vocês estão me surpreendendo, antes era quase todos '' continua'''
agora não, vocês estão comentando mesmo. Obrigada sério. Vocês são incriveis. E ah por enquanto eu não vou continuar a i breathe for you pq eu mal dou conta dessa :( 

Beijos lindonas da Xuli



Quem ainda não viu o trailer dessa fanfic clique aqui 




QUEREM SER AVISADAS ASSIM QUE POSTAR NOVOS CAPITULOS? clique AQUI e deixe seu twitter.

21 comentários:

  1. Q triste,ñ queria q a jessie tivesse morrido :( amei o cap. Ñ demora pra postar mto ñ amor @BigSwagBr

    ResponderExcluir
  2. Continuaaaa . Não queria que Jessie tovesse morrido ):

    ResponderExcluir
  3. continua por favor estou amando, não queria que ela estivesse morrido :/

    ResponderExcluir
  4. Tadinha da Jessie, ela era uma fofa... Justin td carinhoso, to adorando!!!

    ResponderExcluir
  5. cara como eu sou chorona, eu chorei com esse cap ))))': a Jessie não podia ter morrido )': mas... ELES SE BEIJARAMM \O/ continua logo please !

    ResponderExcluir
  6. nossa eu chorei pq a Jessie tinha q morre pq??? :( ......mais voltado esta perfeita por favor continuaaaaaaa.....#rayara

    ResponderExcluir
  7. continuaaaaaaaaaaaa.....mt triste pq a Jessie morreu!!!!continuaaa continuaaa continuaaa

    ResponderExcluir
  8. continuaaaaaa por favor

    ResponderExcluir
  9. Eu estou chorando aqui, como assim ela morreu? cara na boa eu to xorosa :'(
    Continua por favor

    ResponderExcluir
  10. Eles se beijaram, A Jessie morreu
    Não sei se fico triste ou feliz :///
    continua o mais rápido possível!!!

    ResponderExcluir
  11. chorei lendo esse capitulo....sua linda pq vc faz isso com a gente....EU ESTOU AMANDOOOO CONTINUA...MAIS POR FAVOR Ñ DEMORA!!!!

    ResponderExcluir
  12. Não acredito.... ela morreu :((
    Por favor não demore pra postar eu estou ficando louca eu preciso de saber o final ):)

    ResponderExcluir
  13. não queria que Jessie tivesse ido .... poxa gostava tanto dela !! mas continua..... ( eu sou muito sencivel..... JUROOO eu chorei cara, chorei muuito )

    ResponderExcluir
  14. Ainda não acredito que a Jessie se foi, não mesmo. Sabe como estou aqui? Triste, sim, muito triste. Você falou que ia ter um capítulo triste, mas que não estaria tão próximo. Aaaah, vou chorar! :'( E Mellanie com Justin deram o seu primeiro beijo? Não lembro se eles já se beijaram. kkkkk' Por mais triste que esse capítulo foi eu achei ele perfeito. Será que eles, Justin e Mellanie, vão se tornarem amigos ou algo a mais? Estou muito ansiosa para o próximo capítulo. hehe.. kkkk Só mais uma pergunta: Vai passar o velório de Jessie? Well, é isso, mas continua logo. Beijos. @biebzreason

    ResponderExcluir
  15. Cara, não posso acreditar que a Jessie morreu! Eu chorei, sério. Senti como se eu realmente conhecesse ela, como se eu tivesse convivido com ela - acho que de certa forma sim, claro que não literalmente. Mas isso é o poder da leitura e da imaginação, faz você sentir a mesma coisa que as personagens sente, e você como escritora está de parabéns, pois um leitor só pode desfrutar da leitura se o escritor for bom, realmente bom.
    Espero ansiosamente pelos próximos capítulos.
    Fica com Deus.

    NGB*

    ResponderExcluir
  16. AAAAAAAAA meu Deus, chorei com esse cap. não era pra Jessie ter ido :((
    Que lindo Justin e Jessie ♥
    Continua logo, por favor
    @onebelieeber

    ResponderExcluir
  17. Demorou,mais chegou comm tudoo
    ,foii muito triste a Jessie morrendo,chorei mais não demora pra botar os outros não viu..

    ResponderExcluir
  18. Te odeio, por mim fazer chorar kk'
    Brincadeira te amo gata!
    Eu chorei demais poxa, odeio mortes.
    Ainda mais quando são pessoas inocentes e crianças, puta que pariu, isso parte o meu coração.
    Eeeeebaaaaa \ô/ o inesperado Beijo chegou *-------*
    #ComMuitoOdioDaLise #Bitch #Slut #whore kkk' (okay... parei)
    Contiiinua ...
    Beijos gatan

    ResponderExcluir
  19. ela ñ podia ter morrido :( continuaa

    ResponderExcluir
  20. mds, morri de chorar aqui cara, serio, que criatividade em gata!continua!!

    ResponderExcluir
  21. cara eu to chorando mt akie. minha mae deve ta pensando que eu tô louca rsr

    ResponderExcluir